A CMS Rui Pena & Arnaut anuncia o reforço da sua área de prática de África com a integração de uma equipa de advogados sénior multidisciplinar, liderada por Alberto Galhardo Simões. Para além do ex-sócio da Miranda & Associados, transitam para a CMS Rui Pena & Arnaut, Nuno Alves Mansilha e Joana Brito Paulo (ex-associado coordenador e ex-associada sénior da Miranda & Associados, respetivamente).

Com a integração desta equipa, a CMS Rui Pena & Arnaut consolida a aposta que tem vindo a fazer em novos mercados, assente numa renovada equipa em Lisboa, e em parcerias sólidas com escritórios locais, dos quais se realça a FTL Advogados, liderada por Filipa Tavares de Lima, em Luanda”, refere José Luis Arnaut, managing partner da CMS.

Esta aposta é feita em sintonia com o projeto de alargamento da CMS, e com a política da sua Comissão Executiva, que definiu o mercado africano como um mercado estratégico chave para o crescimento da organização. A CMS, através de equipas em Paris, Londres, Frankfurt e Lisboa, e dos escritórios em Argel, Casablanca e Luanda tem, hoje em dia, uma cobertura ímpar no que respeita à prestação de serviços em África, perspetivando-se muitas novidades em termos de oferta de serviços nos próximos meses”, acrescentou José Luis Arnaut.

Alberto Galhardo Simões possui mais de 25 anos de experiência no apoio a projetos em Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, nas áreas do Direito Societário, Comercial, PPP & Project Finance, Bancário e Financeiro, Investimento Estrangeiro e Fusões & Aquisições. O novo sócio da CMS é licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa – Escola de Lisboa e possui um LL.M pelo King’s College London. Trabalhou 16 anos na Miranda & Associados.

Já Nuno Alves Mansilha representou a Miranda & Associados durante 12 anos. Possui uma experiência assinalável nas áreas do Direito Comercial e Contratos, Societário, Projectos, Cambial, Investimento Privado, Fusões e Aquisições, quer em Portugal, quer no continente africano. Era, desde 2014, Diretor do Escritório de Londres daquela sociedade. É licenciado em Direito e pós-graduado em Direito das Sociedades pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Por sua vez, Joana Brito Paulo entrou para a Miranda em 2008. Durante os últimos 11 anos, centrou a sua prática nas áreas do Direito Societário e Comercial, Investimento Estrangeiro e Fusões e Aquisições. Esteve envolvida em inúmeros projetos, quer no mercado português, quer no mercado africano. É licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Católica – Escola de Lisboa.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.