A Miranda promove uma conferência intitulada “O Trabalho e as Novas Tecnologias: Amigos ou Inimigos?” na próxima quinta-feira, dia 7 de Junho, no Palácio da Bolsa, no Porto.

A iniciativa visa promover o debate sobre as questões que, cada vez mais, a tecnologia coloca ao mundo das relações de trabalho e para as quais não há respostas fáceis ou inequívocas.

Pode o trabalhador, fora do seu período de trabalho, optar por desligar o telemóvel ou, ainda que online, não atender chamadas telefónicas ou responder a sms ou e-mails provenientes dos seus superiores? Pode o empregador aceder a e-mails dirigidos ao trabalhador na conta de correio eletrónico que lhe disponibilizou? Que relevância disciplinar pode ter uma afirmação produzida pelo trabalhador no Facebook ou Twitter que atinja o bom nome ou a reputação do empregador ou de um colega de trabalho?

Estas são algumas das questões que vão estar em análise, todas exemplo de uma discussão mais ampla com a qual temos que nos confrontar na atualidade: a das fronteiras entre o profissional e o pessoal, o público e o privado, a evolução da noção e o valor da privacidade.

O evento contará com as intervenções de Diogo Leote Nobre (Sócio Co-Responsável pela Área de Prática Laboral da Miranda), Eurico Monteiro Pereira (Associado da Área de Prática Laboral) e Joana Vasconcelos (Consultora da Área de Prática Laboral e Professora de Direito do Trabalho da Universidade Católica Portuguesa), que tratarão, respetivamente, os temas “Direito à Desconexão”, “O correio eletrónico em contexto laboral – limites e abusos na sua utilização” e “Redes sociais – legitimidade ou não da utilização dos seus conteúdos para fins laborais”.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.