Fundação PLMJ apoia restauração de escultura da Universidade de Lisboa

© Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa

A Fundação da PLMJ vai apoiar a restauração da escultura do túmulo de Mademoiselle Alix Lesgards, da autoria de José Simões de Almeida (Sobrinho), e que pertence à Coleção de Escultura da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa.

Esta iniciativa é promovida no âmbito da sua estratégia de mecenato para as artes, segundo o comunicado da Fundação.

A Fundação PLMJ tem desenvolvido um percurso em que se propõe contribuir para a divulgação das artes plásticas em Portugal, protagonizando uma atividade regular na área do colecionismo. Neste âmbito, a Fundação promove projetos editoriais e programas expositivos próprios, com destaque para a divulgação de jovens artistas portugueses nos diversos setores das artes plásticas – pintura, desenho, escultura, fotografia e vídeo.

Em 2017, a Fundação PLMJ recebeu o prémio de melhor projeto internacional na competição cultural internacional, “Corporate Art Awards”, um reconhecimento que surge em virtude dos projetos que dinamiza em prol dos artistas da lusofonia, a nível nacional e internacional, assim como pela dinâmica e concretização do lema “Uma Sociedade de Advogados como Espaço de Cultura”.

A escultura do túmulo de Mademoiselle Alix Lesgards integra uma coleção única de originais e réplicas de esculturas em gesso.  Encomendada ao Escultor José Simões de Almeida (Sobrinho) por uma amiga desta distinta professora nascida em Toulouse, que assim contrata o artista para fazer uma escultura tumular de homenagem, encontra-se no Cemitério dos Prazeres.

Esta escultura Naturalista, realizada no século XX, irá agora ser alvo de um trabalho de intervenção em termos de conservação e restauro financiado pela Fundação PLMJ como mecenas exclusivo.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.