Cuatrecasas assessora Indico em ronda de investimento

A Cuatrecasas assessorou juridicamente a Indico Capital Partners numa ronda de investimento venture capital (VC) que juntou 250 milhões de euros para a TIER Mobility, empresa alemã de micromobilidade urbana (que disponibiliza trotinetes elétricas).

“Esta é uma das maiores operações de VC – ronda de investimento série C – da Europa este ano, tendo em conta o montante globalmente investido”, segundo o comunicado da firma.

A equipa que prestou a assessoria jurídica à operação de investimento na startup alemã foi coordenada por sócio Vasco Bivar de Azevedo, sócio da área de Societário e M&A da Cuatrecasas especializado em VC.

A ronda de financiamento foi liderada pelo fundo de investimento em capital de risco japonês SoftBank Vision Fund tendo igualmente participado nesta ronda investidores já existentes, caso da Mubadala Capital, Northzone, Goodwater Capital, White Star Capital, Novator e RTP Global.

“O objetivo deste novo financiamento é aumentar significativamente a cobertura da empresa na Europa, para acelerar a expansão em mercados estratégicos em crescimento e a instalação da rede de energia TIER. Esta deverá ser concretizada através de milhares de estações de carregamento para alimentação de veículos elétricos. A empresa está ainda em processo de garantir um empréstimo significativo para financiar a expansão de veículos”, explica a sociedade de advogados em comunicado.

A TIER Mobility é uma startup que iniciou operações em Outubro de 2018, sedeada em Berlim, na Alemanha, e que opera em mais de 80 cidades de 10 países, com cerca de 60.000 trotinetes elétricas.

No ano passado, a Cuatrecasas já tinha assessorado a Indico na ronda de investimento série B na Tier Mobility, em que aquela participou e que juntou 60 milhões de euros, e que foi uma das maiores operações de VC da Europa em 2019, tendo em conta o montante globalmente investido. Além de outras operações de investimento da Indico que contaram com a assessoria da Cuatrecasas, esta já havia assessorado a sociedade de capital de risco na constituição do seu primeiro fundo de 54 milhões de euros e na constituição de um segundo fundo em 2020 de 12 milhões de euros, para investimento em startups em parceria com a Google.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.