Alunos da Faculdade de Direito da Universidade Católica apoiam imigrantes e refugiados

A Escola de Lisboa da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa anunciou a criação do “Lado a Lado”, um projeto de voluntariado desenvolvido pelos alunos da disciplina de Direito e Voluntariado da faculdade, que visa apoiar a inclusão dos imigrantes e refugiados na sociedade através da sua maior participação em atividades culturais.

“Neste projeto, a Faculdade estabeleceu uma parceira com o Festival TODOS – um evento promovido pela Câmara Municipal de Lisboa e organizado pela Academia de Produtores Culturais – que existe desde 2009 com o propósito de afirmar Lisboa como uma cidade intercultural, eliminando a tendência de formação de guetos territoriais associados às comunidades de imigrantes, através da promoção de programas culturais onde seja possível um maior convívio entre diferentes culturas”, explicam em comunicado.

Já a partir do segundo semestre deste ano letivo, os alunos desta disciplina “vão ter a oportunidade de colaborar enquanto voluntários na estratégia de envolvimento das comunidades migrantes na vida cultural da cidade, no âmbito do festival e de outros projetos da Academia de Produtores Culturais”.

Para além desta colaboração, é dada aos alunos envolvidos no projeto “Lado a Lado” a possibilidade de contactar diretamente com imigrantes e refugiados residentes em Lisboa e apoiá-los a participar mais em espetáculos e outros atividades culturais à sua escolha. Desde assistir a um espetáculo de teatro até visitar um museu, as pessoas abrangidas por este projeto vão poder decidir em que atividade gostariam de participar, sendo que o valor dos bilhetes, do transporte e da refeição será financiado pelo projeto.

“Fazer algo ligado ao voluntariado na área da cultura já era um desejo antigo, e este ano surgiu a possibilidade de os alunos desenvolverem um projeto que alia a cultura à promoção da inclusão social e à igualdade. Sabemos que ainda existe marginalização das comunidades de imigrantes e refugiados em Portugal, e com o projeto ‘LADO A LADO’, associando-nos ao Festival TODOS, queremos mostrar que a sociedade civil pode contribuir para a promoção dos direitos fundamentais, nomeadamente ao nível da fruição cultural”, refere Joana Liberal Arnaut, docente na Escola de Lisboa da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa e responsável pela disciplina de Direito e Voluntariado.

E acrescenta: “Mas as vantagens são também visíveis para os alunos, porque mais do que formar juristas de qualidade reconhecida, queremos também formar cidadãos participativos, e por isso acredito que dar a possibilidade aos estudantes da disciplina de contactar com realidades diferentes da sua irá permitir-lhes ter uma maior sensibilidade para estas causas.”

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.