Morais Leitão assessora Fundação Gulbenkian na venda da Partex

A Morais Leitão assessorou juridicamente a Fundação Calouste Gulbenkian na alienação da Partex à PTT Exploration and Production (“PTTEP”), empresa pública tailandesa de exploração e produção de petróleo. A conclusão da transação encontra-se sujeita às habituais aprovações legais e regulatórias.

A Partex detém participações minoritárias em projetos de gás e petróleo em Abu Dhabi, Omã, Cazaquistão, Angola e Brasil.

O escritório de advogados esteve envolvido no processo de venda ao longo de mais de dois anos, numa primeira fase nas negociações com o Grupo Chinês CEFC, e, após o fracasso destas negociações, em todo o processo competitivo que culmina agora no acordo com a PTTEP.

A equipa da Morais Leitão foi constituída pelos advogados António Lobo Xavier, Tomás Vaz Pinto e Inês Pinto Leite.

Neste processo de venda à PTTEP, a Fundação Calouste Gulbenkian teve como assessores financeiros a Jefferies International Limited e, como assessores legais, a Linklaters (escritório de Londres) e a Morais Leitão.

 

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.