CCSL Advogados: uma nova boutique para a advocacia de negócios

A CCSL Advogados é o mais recente projecto de advocacia de negócios do mercado português e junta advogados com percursos académicos e profissionais sólidos.

Ao José Calejo Guerra, vindo da McKinsey & Company, que fundou o projeto em 2016 – então JCG Advogados – juntaram-se como sócios Mafalda Almeida Carvalho e João Diogo Stoffel, ambos ex-Uría Menéndez, e João de Lemos Portugal, que transitou da Cuatrecasas. A sociedade conta ainda com Margarida Bragança, cujo percurso profissional foi desenvolvido na Garrigues.

O projeto posiciona-se no mercado como um escritório boutique, especializado nas áreas do Direito Fiscal, Societário, Financeiro e Imobiliário, bem como na área do Direito Público.

A mudança da marca para CCSL Advogados “reflete a evolução do projeto, um novo nível de maturidade e afirmação no mercado, para além de dar visibilidade, na designação, à sua composição plural”, diz a sociedade no comunicado enviado às redações.

Para José Calejo Guerra, “a marca CCSL Advogados reflete, sobretudo, a complementaridade da experiência, competências e percursos dos sócios. A equipa de liderança deste projeto, cujos elementos possuem todos mais de dez anos de experiência nas respetivas áreas – encontra-se refletida na nova marca”.

Os sócios salientam a escola comum de exigência e qualidade que tiveram nos seus percursos profissionais e académicos. “Vimos todos de escritórios muito exigentes, habituados a fazer trabalho de grande responsabilidade, em áreas diferentes, mas complementares”, nota João Diogo Stoffel, que desenvolve a sua atividade profissional na área de private equity.

Segundo João de Lemos Portugal, que também desempenhou funções como assessor jurídico no Ministério da Economia e é hoje responsável pela área de Imobiliário e de Direito Público da firma, “sendo a equipa constituída por advogados da nova geração, há uma motivação natural para acompanhar clientes que apostam nas novas tendências de negócio, mesmo em sectores tradicionais, como é o imobiliário”.

O lançamento da nova marca acontece em simultâneo com a mudança de instalações para a Avenida da Liberdade, ao lado do emblemático edifício do Diário de Notícias, opção que reflete, segundo os sócios, a identidade do projeto e o seu posicionamento no mercado: “estamos fisicamente num local de referência, central, e isso diz muito sobre nós: temos a ambição de sermos uma nova centralidade na oferta de serviços jurídicos e uma referência na advocacia em Portugal”, diz Mafalda Almeida Carvalho, que lidera as área de Societário e Financeiro.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.