O ARBITRARE e a Associação Nacional de Jovens Advogados Portugueses (ANJAP) assinaram, no passado dia 5 de abril, um protocolo de cooperação.

Esta parceria tem como objetivo a “colaboração mútua na organização, participação e/ou divulgação de conferências, cursos ou ações de formação sobre meios de resolução alternativa de litígios, mormente sobre mediação e arbitragem”.

A cerimónia de assinatura do protocolo contou com a presença de Filipe Bismarck e Bernardo Carvalho, respetivamente, Presidente e Vogal da Direção Nacional da ANJAP, Márcia Martinho da Rosa, Coordenadora da Comissão de Propriedade Intelectual e Novas Tecnologias da ANJAP, e de Joana Borralho de Gouveia, Presidente da Direção do ARBITRARE.

O ARBITRARE, criado a 26 de Janeiro de 2006, defende o papel fundamental do advogado na prescrição dos meios de resolução alternativa de litígios e, por esse motivo, a importância da divulgação desses meios como sendo céleres, seguros e eficazes na resolução de litígios em matérias de propriedade industrial, nomes de domínio, firmas e denominações.

Fundada em 2001, a ANJAP representa jovens advogados e advogados-estagiários portugueses, e procura, através da Comissão de Propriedade Intelectual e Novas Tecnologias, potenciar e desenvolver a área da Propriedade Intelectual e Novas tecnologias de modo a sensibilizar e aproximar cada vez mais os seus associados destas áreas do saber, criando uma estrutura de apoio, divulgação, interconexão e partilha entre os advogados estagiários e os jovens advogados nestas áreas cada vez mais prementes.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.