Abreu Advogados recebe conferência sobre privatizações em Angola

As Privatizações em Angola são o tema da conferência organizada pela Abreu Advogados, que se vai realizar durante a manhã do próximo dia 29 de Outubro, no Auditório da Abreu Advogados, em Lisboa. A sociedade de advogados será palco do debate em torno do impacto e oportunidades da decisão do Governo de Luanda, de vender cerca 195 empresas nos próximos quatro anos.

A sessão, onde serão debatidas e apresentadas as alterações do novo Programa de Privatizações em Angola e os impactos que estas vão trazer para o panorama empresarial português e angolano, conta com um relevante painel de oradores, com destaque para o Embaixador de Angola em Portugal, Carlos Alberto Saraiva de Carvalho Fonseca, e o Presidente da AICEP, Luís Castro Henriques.

“Esta é uma conferência muito esperada pelo mercado para um debate sério e completo sobre as oportunidades que surgem com as privatizações no mercado angolano, e que conta com alguns dos principais intervenientes. Esta medida está em linha com o trabalho do Presidente da República de Angola, João Lourenço, no seu anunciado combate à corrupção e melhoria do ambiente de negócios para atrair capital estrangeiro e dinamizar a economia”, refere Luís Marques Mendes, consultor da Abreu Advogados, que fará a abertura a conferência.

O profundo programa de privatizações com previsível impacto na economia angolana dará ainda o mote para uma mesa redonda moderado pelo diretor do Jornal Económico, Filipe Alves, com a participação de Bruno Bobone, Presidente da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa, Manuel Santos Vítor, sócio da Abreu Advogados, Jorge Ramos, Administrador Executivo do Banco Económico de Angola, e António Oliveira, Partner da M&A da consultora E&Y.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.