PLMJ cria equipa especializada para assessoria a intermediários de crédito

A PLMJ acaba de criar um grupo de trabalho com o objetivo de apoiar os intermediários de crédito, no processo de adaptação ao novo regime jurídico sobre a atividade de intermediários de crédito ao consumo e à habitação, que entrou em vigor no dia 1 de janeiro.

Coordenada pelo advogado Hugo Rosa Ferreira, a equipa da PLMJ “resulta de uma vasta experiência acumulada nos últimos 50 anos e na excelência dos serviços disponibilizados, incluindo a assessoria a intermediários de crédito, na preparação e adaptação às obrigações legais e regulamentares agora exigidas”, refere o comunicado da sociedade.

A PLMJ pretende, com esta equipa especializada, “ajudar os intermediários de créditos no processo de adaptação a esta nova realidade”. De acordo com a nova lei, os intermediários de créditos deverão completar o seu processo de autorização e registo para o exercício desta atividade até ao final do ano, sob pena de não poderem continuar a exercer a referida atividade.

“A criação desta equipa especializada visa proporcionar uma transição tão suave quanto possível aos intermediários de créditos, procurando eliminar também o risco destas empresas não estarem, no final do prazo de transição, em situação de cumprimento da nova regulamentação. Desta forma, recomendamos que o pedido de autorização seja entregue ao Banco de Portugal assim que possível”, explica Hugo Rosa Ferreira.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.