Miranda nomeia três novos sócios

A Miranda anuncia a promoção dos advogados Maria Figueiredo, Rita Lufinha Borges e Rodrigo Rendeiro Costeira à categoria de sócios.

Sobre estas nomeações, Diogo Xavier da Cunha, Presidente do Conselho de Administração da Miranda, refere que “ao longo de toda a nossa história, sempre foi preocupação da firma reconhecer o mérito individual e profissional de cada colaborador. Estes três novos sócios estão connosco há muitos anos e mostraram possuir as qualidades técnicas e humanas necessárias para fazerem parte do núcleo de sócios da Miranda”.

“Estas promoções são uma manifestação da força e sustentabilidade do projeto Miranda, estando alinhadas com a nossa estratégia de afirmação da cultura da firma e de consolidação de áreas chave da nossa atividade Estamos convictos de que os três novos sócios contribuirão de forma significativa para o crescimento da Firma e para a qualidade e inovação do trabalho que fazemos para os nossos clientes”, acrescentou ainda Diogo Xavier da Cunha.

Maria Figueiredo integra a Miranda desde 2006 e a sua prática centra-se nas áreas do Direito Fiscal e Contencioso Tributário. Licenciada pela Faculdade de Direito de Lisboa e pós-graduada em Fiscalidade pelo ISG concluída em 2005, a advogada tem desenvolvido bastante trabalho em consultoria fiscal à indústria petrolífera (operadores e prestadores de serviços) e, mais recentemente, noutras áreas do setor energético. A sua atividade é marcadamente internacional. É formadora em várias ações sobre questões tributárias e direito fiscal internacional.

Já Rita Lufinha Borges integrou a Miranda em 2007, onde tem desenvolvido a sua atividade nas áreas de imobiliário, turismo, societário e telecomunicações. É presentemente a coordenadora da área de prática de imobiliário da Miranda, tanto para o mercado português como para os mercados internacionais cobertos pela Miranda Alliance. Licenciada pela Faculdade de Direito da Universidade Católica de Lisboa, tem duas pós-graduações: uma em Assessoria Jurídica de Empresas, pelo Instituto Superior de Gestão e outra em Direito das Telecomunicações, pelo Instituto de Ciências Jurídico-Políticas da Faculdade de Direito de Lisboa.

Por sua vez, Rodrigo Rendeiro Costeira começou a colaborar com a Miranda em 2007, tendo integrado a Área de Prática de Comercial e Projetos, onde tem vindo a prestar aconselhamento jurídico a diversas empresas e instituições financeiras multilaterais no âmbito de projetos de infraestruturas, nas áreas da energia, transporte, telecomunicações e indústria com especial.

Com estas nomeações, a Miranda passa a contar com 23 sócios.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.