A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) pretende recrutar um advogado e um técnico jurista.

Para a primeira vaga – advogado-, os candidatos devem ser licenciados em Direito, ter experiência profissional mínima de 4 anos, prática forense e inscrição na Ordem dos Advogados. Outros dos requisitos são boa capacidade de trabalho em equipas multidisciplinares, elevada capacidade de organização e planeamento, boa capacidade de comunicação, elevado sentido de responsabilidade, autonomia e iniciativa e capacidade para trabalhar em contexto de prazos exigentes. Dá-se preferência a candidatos cuja nota de licenciatura/mestrado seja igual ou superior a 14 valores.

Já para a vaga de técnico jurista, o regulador de mercados procura candidatos licenciados ou mestres em Direito com nota igual ou superior a 14 valores, que tenham capacidade de organização e planeamento do trabalho, boa capacidade de comunicação, análise crítica e argumentação, elevado sentido de responsabilidade e capacidade para trabalhar sobre pressão. Será dada preferência a candidatos com prática forense e inscrição na Ordem dos Advogados.

Em ambos os casos será ainda valorizada a formação académica complementar, a experiência nas áreas de Direito dos Valores Mobiliários e de Contencioso Administrativo e/ou de Contraordenações e o domínio da língua inglesa.

O advogado selecionado terá como funções a instrução de processos de contraordenação; elaboração de peças processuais; representação da CMVM em tribunal no âmbito de processos de contraordenação e de contencioso administrativo; elaboração de pareceres e estudos jurídicos.

Por sua vez, o jurista contrato terá como principais tarefas processos de contraordenação, contencioso administrativo, apoio e estudos jurídicos.

As candidaturas devem ser formalizadas até 31 de Julho, seguindo as instruções que constam no site da CMVM.

Mais informações aqui.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.