Tecnologia Blockchain e Smart Contracts em foco na 3ª edição do Cuatrecasas Acelera

Está em marcha a terceira edição do Cuatrecasas Acelera, o programa de aceleração de startups da sociedade de advogados Cuatrecasas, que já é considerado uma referência no campo das LegalTech. Depois do êxito das duas edições anteriores, pelas quais passou um total de 15 startups, a Cuatrecasas lança agora mais esta edição, com a qual pretende potenciar a tecnologia Blockchain e os Smart Contracts.

Para isso, o Cuatrecasas Acelera chegou a um acordo com o Alastria National Blockchain Ecosystem, um consórcio multissectorial sem fins lucrativos do qual fazem parte mais de 255 instituições e empresas para fornecer a Espanha uma infraestrutura Blokchain/DLT semi-pública que suporte serviços legalmente reconhecidos e em conformidade com a regulamentação europeia. Graças a este acordo, as startups selecionadas que desenvolvam projectos com esta tecnologia contarão com um mentor da Alastria, perito em Blockchain, com o intuito de alargar as suas soluções na rede e terão a oportunidade de desenvolver casos de utilização com os sócios. Além disto, a infraestrutura da Alastria, oferece grandes vantagens em termos de velocidade nas transacções, redução de custos e mecanismos de privacidade integrados.

Outra das novidades desta edição, segundo o comunicado da firma, é o arranque de um Fast Track, a partir do qual as startups com soluções mais avançadas poderão levar a cabo uma experiência piloto dentro da Cuatrecasas. Isto permitir-lhes-á conhecer a viabilidade das suas iniciativas numa atmosfera profissional real.

O convite para inscrição nesta 3.ª Edição está aberto até dia 16 de Julho. Em Setembro serão pré-selecionadas entre 15 e 20 iniciativas e, ainda nesse mês, serão anunciadas as seis startups eleitas para aceleração.

O Cuatrecasas Acelera selecionará startups com soluções inovadoras a nível europeu de tecnologia aplicada à área jurídica (LegalTech) e noutros domínios de alta complexidade jurídica, como sejam o financeiro (FinTech), o segurador (InsurTech) e o médico (MedTech), entre outros, destacando como tecnologias o Blockchain e a Inteligência Artificial, e que não tenham sido constituídas como empresa há mais de cinco anos. Além disso, deverão contar com, pelo menos, um produto mínimo viável funcional e ter uma equipa de trabalho sólida, que demonstre o carácter inovador e a orientação da solução para o mercado.

Nesta terceira edição, o Cuatrecasas Acelera volta a trabalhar a par da iniciativa Telefónica Open Future_, a plataforma global da Telefónica desenhada para conectar empreendedores, startups, investidores e accionistas públicos e privados de todo o mundo a fim de captar oportunidades de inovação e de negócio. Além do mais, a firma conta também, neste caso, com a assessoria da StepOne Ventures, unidade do grupo Barrabés, a fim de aproveitar a sua experiência e acompanhamento em empreendedorismo, programas de aceleração, laboratórios de inovação, observatórios e projectos de internacionalização.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.