Best Lawyers distingue sociedades e advogados portugueses

Já são conhecidos os resultados da edição de 2019 do Best Lawyers, referente a Portugal. O prestigiado diretório americano destaca anualmente os melhores advogados e firmas, em diversas jurisdições.

A  Cuatrecasas, a Morais Leitão, a PLMJ e a VdA foram as sociedades portuguesas mais distinguidas nesta edição do Best Lawyers, na categoria “Law Firm of the Year”, tendo cada uma sido reconhecida em duas áreas de prática.

A Cuatrecasas foi, assim, indicada em Litigation e Tax Law; a Morais Leitão em Administrative Law e em Labor and Employment Law; a PLMJ em Corporate Law e Insolvency and Reorganization Law; e a VdA em Banking and Finance Law e Mergers and Acquisitions Law.

Nesta categoria foram ainda distinguidas a Abreu (Intellectual Property Law), a Campos Ferreira, Sá Carneiro & Associados (Project Finance and Development Practice), a Linklaters (Capital Markets Law), a Miranda (Natural Resources Law), a SRS (Technology Law) e a Uría Menéndez- Proença de Carvalho (Arbitration and Mediation).

O diretório destacou também 31 “advogados do ano” (2019) em Portugal (Lisboa e Porto), um por cada área de prática, com destaque para a Morais Leitão, que contou com seis advogados referenciados: Carlos Botelho Moniz (European Union Law), Pedro Costa Gonçalves (Administrative Law – Porto), António Lobo Xavier (Corporate Law – Porto), Carlos Osório de Castro (Mergers and Acquisitions Law – Porto), Rui Patrício (Litigation) e Segismundo Pinto Basto (Transportation Law).

Já da VdA foram distinguidos cinco advogados: Rui Amendoeira (Natural Resources Law), Magda Cocco (Media Law), Frederico Gonçalves Pereira (Insolvency and Reorganization Law), Hugo Moredo Santos (Banking and Finance Law) e Miguel Pinto Cardoso (Arbitration and Mediation).

Logo a seguir, com três “advogados do ano”, surgem a Garrigues ( Fernando Castro Silva – Tax Law; João Miranda de Sousa – Intellectual Property Law; Rui Valente – Labor and Employment Law Porto) e a Sérvulo (Paulo Câmara – Capital Markets Law;  Rui Medeiros – Public Law; José Manuel Sérvulo Correia – International Arbitration).

Por sua vez, a Campos Ferreira, Sá Carneiro & Associados teve dois advogados distinguidos (Maria Castelos – Project Finance and Development Practice; Francisco Sá Carneiro – Corporate Law) , assim como a PLMJ (Manuel Lopes da Rocha – Technology Law; Ricardo Oliveira – Competition / Antitrust Law) e a Sousa Guedes, Oliveira Couto & Associados (Joana Clemente – Litigation Porto;  Francisco de Sousa Guedes Insolvency and Reorganization Law Porto).

Foram ainda referenciados como “Lawyer of the Year” Rafael Lucas Pires (Private Equity Law – Serra Lopes, Cortes Martins & Associados), Gonçalo Capitão (Planning – GM Gonçalo Capitão, Gali Macedo e Associados), Miguel Durham Agrellos (Tax Law Porto – Durham Agrellos Advogados),  Duarte Garin (Real Estate Law – Uría Menéndez-Proença de Carvalho), Pedro Madeira de Brito (Labor and Employment Law – BAS), Agostinho Pereira de Miranda (Energy Law – Miranda), Marcos Sousa Monteiro ( Mergers and Acquisitions Law –  Linklaters) e Paulo de Sá e Cunha (Criminal Defense – Cuatrecasas).

Na edição dedicada a Portugal, o diretório reconhece ainda 240 advogados como “Best Lawyers”, em 43 áreas de actividade.

O diretório americano Best Lawyers, distingue os melhores advogados de diversas jurisdições, tendo por base a opinião e a votação dos pares. Desde a edição de 2010, destaca igualmente as melhores sociedades nas diversas áreas de prática.

Consulte o Best Lawyers 2019 relativo a Portugal aqui.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.