Advogados manifestam-se contra sistema contributivo para a CPAS

Advogados, solicitadores e agentes de execução vão manifestar-se esta sexta-feira, em Lisboa, contra o sistema contributivo para a Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores (CPAS).

Na base do descontentamento está o Regulamento da CPAS, em vigor desde 2015, que tem “como base rendimentos presumidos e não reais” e “que variam em função do salário mínimo nacional e das percentagens que progressivamente vão aumentar até 2020”. O regulamento impõe aos profissionais com mais de quatro anos de actividade “uma contribuição mensal mínima fixada em 243,60 euros (para o corrente ano)”.

A manifestação está programada para as 14 horas, junto à sede da Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores, e seguirá depois em marcha até ao Ministério da Justiça.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.