Advogados, magistrados e jornalistas debatem a mediatização da Justiça

A Comarca de Lisboa Oeste / Sintra e o Conselho Regional de Lisboa organizam na próxima sexta-feira, 21 de Setembro,  uma conferência intitulada “Justiça e Comunicação Social”, que se realiza no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra.

O segredo de justiça e a mediatização da justiça são os principais temas objeto de análise e debate por advogados, juízes, procuradores da República e jornalistas.

A abertura está a cargo do Juiz Conselheiro e Vice-Presidente do Conselho Superior de Magistratura, Mário Belo Morgado, do Vice-Procurador-Geral da República, Adriano Gonçalves da Cunha, do Presidente do Conselho Regional de Lisboa, António Jaime Martins, da Juíza Presidente da Comarca de Lisboa Oeste, Rosa Vasconcelos e da Magistrada do Ministério Público Coordenadora da Comarca de Lisboa Oeste, Luísa Verdasca Sobral.

Durante a manhã, o juiz conselheiro José Adriano Souto de Moura fala sobre o segredo de Justiça na perspetiva criminal, seguido da Procuradora-Geral Distrital Maria José Morgado, que aborda as questões ligadas ao segredo, segredos e punibilidade. O painel da manhã inclui também o advogado Raul Soares da Veiga e o Diretor da revista Sábado, Eduardo Dâmaso, que propõe uma reflexão sobre o “Segredo, Jornalismo e Cidadania”.

A mediatização da Justiça é o assunto charneira da tarde, com a participação da juíza de instrução criminal Cristina Esteves, que se debruça sobre o “Espetáculo da Justiça – Limites da Liberdade de Imprensa e quebra dos Segredos”, do procurador da República no Juízo de Instrução Criminal de Sintra Jorge Malhado, que questiona “Que mediatização da justiça?”, do advogado Paulo Sá e Cunha e da jornalista da RTP, Rita Marrafa de Carvalho.

O evento, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Sintra, tem entrada livre mediante inscrição prévia (centro.estudos@crl.oa.pt).

Mais informações aqui.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.