Na passada terça-feira, foi publicado em Diário da República o aviso que anuncia a abertura de um concurso externo, com 30 vagas, para ingresso na categoria de adido de embaixada da carreira diplomática portuguesa.

Podem candidatar-se os cidadãos portugueses que possuam, além das condições gerais de admissão na função pública, uma licenciatura conferida por instituições de ensino universitário portuguesas ou diploma estrangeiro legalmente equiparado.

As candidaturas devem ser formalizadas mediante preenchimento do formulário disponível no site do Instituto Diplomático do Ministério dos Negócios Estrangeiros, nos termos e nos prazos estipulados no aviso.

Os candidatos admitidos a concurso terão que realizar o seguinte conjunto de provas sequenciais: prova escrita de língua portuguesa; prova escrita de língua inglesa; prova escrita de língua francesa; prova escrita de conhecimentos; prova oral de conhecimentos; e entrevista profissional.

Informações complementares, aqui.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.