Mediação familiar e alienação parental em jornadas na FDUL

A Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa é a anfitriã das “Jornadas de Mediação Familiar e Alienação Parental – Mudando Paradigmas”, que se realizam a 21 e 22 de Abril.

A iniciativa é promovida pela revista Revista Alienação Parental, em parceria com o Instituto de Direito Brasileiro da FDUL, o Conselho Regional de Lisboa da OA, o THD-ULisboa, o ICFML e a CNAF.

Em análise vão estar temas como as regras e princípios da mediação familiar; família judicializada e revinculação; a mediação como dignificação da família; a participação da criança na mediação familiar; mediação familiar transfronteiriça; parentalidade positiva; impacto da alienação na intersubjectividade da criança; entre outros.

O segundo dia das jornadas será dedicado à realização de dois workshops: “Workshop de t

Sandra Inês Feitor, que integra a comissão científica das jornadas, explica que este evento surge face às recentes alterações legislativas que promoveram a relevância da mediação como auxiliar do direito, nas questões familiares, e a par das reinvindicadas mudanças​ de paradigmas judiciário”.

A advogada destaca ainda que as jornadas visam “compartilhar diferentes saberes, métodos e ferramentas para dignificar a família no judiciário e perante o conflito, em especial o de Alienação Parental, por forma a podermos operar as mudanças de actuação desejadas, acolhendo e integrando as pessoas, famílias e revincular laços“.

A comissão científica do evento é ainda constituída por Eduardo Vera-Cruz Pinto, Teresa Costa Macedo e Maria João Castelo Branco.

Mais informações e inscrições, aqui.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.