A CMS expandiu a sua presença na América Latina, com a integração de três novas sociedades. São elas a Carey & Allende (Chile), a GRAU Abogados (Perú) e a Rodríguez Azuero Contexto Legal Abogados (Colômbia). Estas sociedades passam agora a pertencer ao universo CMS, adotando o nome CMS seguido da designação original da firma.

Com esta expansão, a CMS, “que já era a maior rede europeia de sociedades de advogados, continua a caminhar no sentido de uma presença global cada vez maior”, passando a ter 65 escritórios em 38 países, mais de 880 sócios e seis mil colaboradores.

Três sociedades da América Latina juntam-se à CMS: Carey & Allende (Chile), GRAU Abogados (Peru) e Rodríguez Azuero Contexto Legal Abogados (Colômbia)

A firma abriu recentemente escritórios no Irão e Hong Kong e está em vias de concluir a fusão com a Nabarro e a Olswang, no Reino Unido, criando a sexta maior sociedade em faturação do país. Adicionalmente, a CMS está presente em África, na China, Médio Oriente e está também a crescer na Ásia.

Para Cornelius Brandi, Presidente Executivo do Conselho de Administração, “muitas vezes, a expansão geográfica faz parte dos objetivos estratégicos dos nossos clientes. Por isso, deslocamo-nos com frequência para as regiões onde acreditamos que haverá oportunidades futuras para eles. A América Latina é uma região com um enorme potencial e crescimentos estáveis sendo, por isso, atrativa para negócios transfronteiriços”.

A globalização também se manifestou no mercado da assessoria jurídica, que agora está a dar os primeiros passos no Chile. Face a isto, a Carey & Allende tomou a decisão estratégica de fazer parte de uma sociedade global que nos traz as melhores práticas a nível mundial que beneficiam os nossos clientes.”, acrescentou, por sua vez, Ramón Valdivieso, managing partner da CMS Carey & Allende.

Já para Sergio Rodríguez Azuero e Guillermo Villegas, partners da CMS Rodríguez Azuero Contexto Legal Abogados, “Os clientes da América Latina estão a expandir os seus negócios para novas jurisdições espalhadas pelo mundo e um número cada vez maior de clientes internacionais está a entrar na América Latina.

Juntarmo-nos à CMS e tornarmo-nos parte desta sociedade impressionante, permite-nos servir melhor as necessidades globais dos nossos clientes”, concluíram.

Para além de reforçarem a presença que a CMS já tinha na América Latina, com escritórios no Brasil e no México, as três sociedades “vão trazer a sua experiência e conhecimento local às 19 áreas de prática oferecidas hoje pela firma”.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.