António Pinto Leite nomeado presidente da Associação Portuguesa de Arbitragem

António Pinto Leite, sócio da Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados (MLGTS), vai suceder a Pedro Siza na presidência da Direção da Associação Portuguesa de Arbitragem.

O advogado é também o Membro Português da Corte Internacional de Arbitragem da Câmara de Comércio Internacional (CCI) e é co-coordenador dos “Encontros Internacionais de Arbitragem de Coimbra”.

A direção da Associação Portuguesa de Arbitragem para o triénio 2017-2019 é ainda composta pelos vogais Paula Costa e Silva (professora catedrática da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa), André Navarro de Noronha (sócio da Telles), Sofia Martins (sócia da Miranda); Nuno Ferreira Lousa, sócio da Linklaters; e pelo secretário executivo Miguel de Almada (sócio da MLGTS).

Já a mesa da Assembleia Geral será presidida por José Robin de Andrade, advogado especialista em Direito Administrativo, que conta com Filipe Vaz Pinto (sócio da MLGTS) como vice-presidente e Filipa Cansado de Carvalho (associada sénior da PLMJ) e Nuno Salazar Casanova (sócio da MLGTS) como secretários.

Por sua vez, o Conselho Fiscal será liderado por António Magalhães Cardoso, sócio da Vieira de Almeida (VdA), e terá como vogais  Miguel Esperança Pina (sócio da Cautrecasas) e Jaime de Macedo Santos Bastos (da Kreston & Associados).

Criada em 2016, a Associação Portuguesa de Arbitragem tem por objeto “fomentar a arbitragem voluntária, interna e internacional, como método de resolução jurisdicional de litígios sobre direitos disponíveis, bem como promover a sua utilização em território nacional”.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.