A PLMJ criou uma equipa de contencioso bancário e financeiro para apoiar instituições financeiras e empresas na prevenção e na assessoria em caso de litígio. Este novo grupo de trabalho, que será liderado pela sócia Rita Samoreno Gomes, está “especialmente vocacionada para apoiar bancos e instituições financeiras em grandes processos de contencioso”.

A nova equipa, que será ainda constituída pelo consultor Pedro Caetano Nunes e pelos associados Rute Marques e Cristiano Dias, estará direcionada, entre outros, para assuntos como: mis-selling; financiamentos à construção e responsabilidade contratual; derivados; responsabilidade pela emissão de prospetos de oferta pública de valores mobiliários; ações populares; ações inibitórias e litigância de relacionada com os direitos dos consumidores; pré-litígios e litígios relacionados com o acionamento de seguros D&O por parte dos administradores das instituições bancárias; e processos regulatórios e contra-ordenacionais, nomeadamente junto do Banco de Portugal, da CMVM e do Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão.

“Com a criação desta área, especialmente focada na litigância relacionada com o setor bancário e financeiro, PLMJ dá mais um importante passo na sua estratégia de especialização com enfoque setorial, posicionando-se como parceiro estratégico de entidades financeiras que procuram cada vez mais gerir e reduzir riscos, sejam estes legais, regulatórios, financeiros ou reputacionais”, destacou Rita Samoreno Gomes, sócia e coordenadora da equipa de Contencioso Bancário e Financeiro da PLMJ.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.