MLGTS e CMS RPA apoiaram projeto “Wind Art” com Joana Vasconcelos e Vhils

A Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva (MLGTS) e a CMS Rui Pena & Arnaut (CMS RPA) apoiaram o projeto “WindArt”, que é desenvolvido em parceria com os artistas plásticos Joana Vasconcelos e Alexandre Farto (Vhils), no âmbito do projecto industrial do Parque Eólico Douro Sul (na Serra de Leomil, em Moimenta da Beira), promovido pela Ancora Wind Energia Eólica S.A.

O projeto consiste numa intervenção artística realizada pelos artistas em dois aerogeradores do referido Parque, com a finalidade de sensibilizar a população para a utilização de tecnologia de última geração para produção de energia a partir de fontes eólicas, comparando-a com uma nova geração de energia no panorama das artes, celebrando “a energia que nos move”.

A MLGTS apoiou esta iniciativa prestando o apoio jurídico necessário à concretização desta intervenção artística através da sua equipa de especialistas em energia e infraestruturas, a qual foi coordenada por Catarina Brito Ferreira.

Por seu lado a CMS RPA, refere que “para deixarem também a sua marca associada ao projeto”, a equipa de energia, liderada pela sócia Mónica Cerneiro Pacheco, prestou assessoria jurídica ao Parque Eólico Douro Sul desde o seu início ( setembro de 2007).

 

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.