No próximo dia 13 de Dezembro, a Fundação PLMJ realiza a conferência “Património Cultural: Empreendedorismo e Itinerâncias”, na Fundação Árpád Szenes-Vieira, em Lisboa. Trata-se do segundo encontro anual organizado por esta fundação, e que visa promover uma reflexão sobre a problemática do património enquanto prática cultural dinâmica, transversal a vários setores – económico, social, jurídico e cultural.

Inserida no ciclo “PLMJ Art Sessions”, a conferência irá reunir uma plateia de ilustres oradores, entre os quais, Fernando Medina, Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Emílio Rui Vilar, Administrador Não-Executivo da Fundação Calouste Gulbenkian, António Gomes de Pinho, Presidente da Fundação Arpad-Szènes Vieira da Silva, Ana Martinho, Presidente do Conselho Consultivo da Comissão Nacional da UNESCO, António Filipe Pimentel, Diretor do Museu Nacional de Arte Antiga, João Carlos dos Santos, Subdiretor-Geral da Direção-Geral do Património Cultural, Maria João Figueiroa Rego, Historiadora, Vitor Lúcio, Presidente do Conselho de Administração da HCI – Construções, S.A., e Rui Luís Furtado Marques, Gestor da HCI – Construções, S.A.

O encontro contará ainda com intervenções de Luís Pais Antunes, Managing Partner da PLMJ, que presidirá à sessão de abertura, de Manuel Lopes Rocha, Administrador da Fundação PLMJ e sócio e coordenador da PLMJ Direito da Propriedade Intelectual, de Diogo Duarte Campos, sócio da PLMJ Direito Público e de Manuel da Silva Gomes, associado sénior da PLMJ Direito do Ambiente.

Durante a sessão terá ainda lugar a apresentação do livro “Arte e Direito”, o X volume da Coleção Jurídica PLMJ, em parceria com a editora Almedina, uma obra pioneira que reúne textos de 10 advogados de PLMJ de várias áreas de prática – Fiscal, Público, Propriedade Intelectual, Arbitragem, Seguros.

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.