CRS Advogados quer fugir ao formalismo excessivo

A entrada no mercado da advocacia da CRS Advogados – Cruz, Roque, Semião e Associados, surge “com a promessa de fugir ao formalismo excessivo e de estar alinhada com os timings dos seus clientes”.

Os sócios Nuno Pereira da Cruz, Raquel Galinha Roque e Telmo Guerreiro Semião explicam que “querem que a sociedade seja reconhecida pelo seu dinamismo e por compreender os negócios dos seus clientes, pretendendo diferenciar-se na forma de trabalhar e no modo de lidar com os seus clientes” e sublinham que “querem inovar e recriar a figura do advogado-confidente, como uma das suas principais mais-valias na relação com os clientes.”

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.