Consequências da saída do Reino Unido da UE em debate na FDUL

O Auditório da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa recebe, esta quinta-feira, 23 de junho, uma conferência dedicada ao tema “Grã-Bretanha: sair ou não, eis a questão”, que reunirá um grupo oradores das mais diversas áreas para um momento de reflexão sobre o sentido do referendo e o day after.

No dia em que os britânicos decidem se querem ou não permanecer na União Europeia, irão ser debatidas, nesta conferência, questões como o que fariam os participantes se fossem cidadãos britânicos (e se houvesse um referendo em Portugal), quais as consequências para a sociedade e economia britânica, qual o impacto sobre o futuro da União Europeia, que reflexos terá uma ou outra decisão sobre os sistemas financeiros britânico e da União Europeia ou o que se alterará no plano da segurança e geo-estratégia europeia.

Os temas supracitados serão abordados por um painel de oradores composto por Ana Guerra Martins (professora universitária), Carlos Branco (general), Diogo Feio (ex-eurodeputado e professor universitário), Francisco Louçã (ex-deputado e professor universitário), Francisco Seixas da Costa (embaixador e antigo secretário de Estado dos Assuntos Europeus), Marco Capitão Ferreira (professor universitário), Maria João Carioca (presidente da Euronext Lisboa), Paulo Macedo (antigo ministro da Saúde), Paulo Sande (ex-chefe da representação do Parlamento Europeu em Lisboa), Rui Tavares (ex-eurodeputado) e Viriato Soromenho-Marques (professor universitário).

A iniciativa é organizada pelo Instituto Europeu, o Instituto de Direito Económico, Financeiro e Fiscal, e o Centro de Investigação de Direito Europeu, Económico, Financeiro e Fiscal da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

O evento tem entrada livre, mas carece de inscrição (institutoeuropeu@fd.ulisboa.pt).

Subscreva a newsletter e receba os principais destaques sobre Direito e Advocacia.